Andrew Wood


Se ainda estivesse vivo hoje, Andrew Wood completaria seus 49 anos. Dedico esse post em sua memória.



Wood, músico mais conhecido como o vocalista das bandas Malfunkshun e Mother Love Bone, morreu devido a  uma overdose de heroína acrescida de uma hemorragia cerebral.
Formou o Malfunkshun em 1980, contando com seu irmão Kevin Wood, e com Regan Hagar.  Durante os concertos do Malfunkshun cada membro da banda possuía um alter-ego. O de Andrew era L'Andrew the Love Child, Kevin era Kevinstein e Regan se tornou Thundarr. O personagem de palco de Kevin não era tão sólido quanto os de Andy ou Regan, sendo chamado por vezes de "the Axe-Handler" e até mesmo um antigo pôster do Malfunkshun desenhado a mão por Andy Wood o chama de "Led Springsteen". Usando maquiagem e roupas vistosas em estilo glam com influência de b
andas como o Kiss, Malfunkshun era conhecido por seus dinâmicos concertos ao vivo. Como L'andrew, Andy era imprevisível e vagava pela multidão durante os concertos com seu baixo wireless Steinberger, e até mesmo parava os concertos para comer cereal, e jogar o resto na platéia. Andrew se tornou crescentemente envolvido com drogas e em 1985 se internou em uma clínica de reabilitação. Durante este tempo o Malfunkshun ficou em hiato.
Quando Andy retornou, a banda recomeçou as atividades e contribuiu com "With Yo' Heart (Not Yo' Hands)" e "Stars-n-You" para a compilação Deep Six da C/Z Records. Apesar de seu som densamente distorcido, Sub Pop, o selo conhecido como "a" gravadora grunge, nunca teve muito interesse pela banda, os recusando por não serem grunges o suficiente. Isto não era um problema para a banda já que ela não se via como grunge, para começo de conversa. Apesar de estarem começando a ganhar popularidade, eles raramente eram a atração principal de seus próprios concertos.
Dissolvendo, mas nunca formalmente disbandando, Malfunkshun ficou em segundo plano uma vez que Andy e Regan estavam realizando jam sessions com os membros do Green River, Stone Gossard e Jeff Ament. Estas sessões foram o começo do Lords Of The Wasteland, que se tornaria Mother Love Bone.
Em 1989, lançaram o EP Shine pela gravadora Geffen. Logo a banda começa a fazer um relativo sucesso predominantemente no meio underground norte-americano. Era a figura carismática de Wood que chamava mais atenção, sendo descrito várias vezes como um "h
ippie dos dias modernos", com suas mensagens de paz, amor e compreensão – sem esquecer das drogas, sexo e rock’n’roll. Depois de um tempo na estrada, a banda volta ao estúdio para gravar um álbum. Assim, no início de 1990, pretendiam lançar Apple, pela Polydor Records.
Capa do Apple
Devido a sua luta contra o vício de drogas, Wood iniciou um processo de reabilitação em 1989, na esperança de estar "limpo" para o lançamento do álbum de estréia do Mother Love Bone. Em março de 1990, a noiva de Wood, Zana, o encontrou de cabeça abaixada e inconsciente na cama. Após completar um programa de reabilitação de 1 mês e ter permanecido limpo por 116 dias, Wood sucumbiu a tentação das drogas. Paramédicos rapidamente levaram Wood para o Harborview Hospital, onde foi conectado à respiração artificial e permaneceu em coma por 3 dias. Durante este tempo, sofreu um aneurisma hemorrágico e considerável dano por falta de oxigênio, acabando com qualquer atividade em seu cérebro. Após nenhuma melhora, em 19 de março, sua família decidiu retirá-lo da respiração artificial.
No final de 1990, Stone Gossard e
Jeff Ament resolvem formar uma banda em homenagem ao falecido companheiro. Assim surgiu o Temple of the Dog (nome tirado de uma das canções do Mother Love Bone, Man of Golden Words), que tinha também em sua formação os membros do Soundgarden Chris Cornell e Matt Cameron, e os desconhecidos Eddie Vedder e Mike McCready (que mais tarde formaram o Pearl Jam ao lado de Gossard e Ament).

Fonte:
Malfunkshun
Andrew Wood
Andrew Wood (singer)
Mother Love Bone




Nenhum comentário:

Postar um comentário